Seminário Redes Sociais: um olhar da platéia

19 08 2008

Por uma questão de tempo, fiquei apenas em dois painéis do Seminário “Redes Sociais – A nova mídia é o consumidor”. Saí com dor no coração, depois de bater um papo rápido com Jeff Paiva, Bia Kunze, Rogério Silberberg, Sandra Carvalho, Manoel Lemos e Edson Mackeenzy.

Neste post, registrei meu olhar e percepções sobre alguns pontos que me chamaram a atenção nos painéis:

Caio Tulio Costa (IG) – de forma enfática, comparou a audiência da mídia social com a mídia tradicional:

  • Existem 59 milhões de internautas;
  • As principais 26 revistas semanais geram 3,7 milhões de tiragem. Esse número multiplicado por 5 leitores, que é uma métrica padrão de mercado, representa um potencial de 18,5 milhões;
  • Os 30 maiores jornais do Brasil geram 3,5 milhões de tiragem. Esse número multiplicado por 5 leitores, representa um potencial de 17,5 milhões;
  • A soma de jornais e revistas totalizam 36 milhões de audiência, versus os 59 milhões da web;
  • Nesse cenário, as classes C e D estão crescendo em participação e passam a acessar a internet de vários locais, inclusive lan houses.

Mercado cresce, mas o profissional qualificado ainda é raro – da platéia veio uma pergunta na linha: “qual é o perfil adequado para se trabalhar nos portais?”

Caio Tulio Costa (IG) – explicou que não é fácil encontrar profissionais qualificados e, por esse motivo, o IG realiza um treinamento com oito meses de duração. Segundo ele, mesmo o jornalista com bom texto e faro para a notícia tem dificuldades de se adaptar ao mundo do SEO, como por exemplo a repetição de palavras-chave no mesmo texto.
Guilherme Ribenboim (Yahoo!) – afirmou que realmente é difícil encontrar um perfil adequado para as oportunidades de trabalho. ” Levamos em média 75 dias para preencher uma vaga.”

Protesto e incompetência

Caio Tulio Costa (IG) – Na sua visão, não dá para receber investimentos da ordem de 3% do total da receita publicitária em algo que representa o futuro. “Temos que superar a nossa incompetência em mostrar o valor para o mercado.”

Sobre transparência, feedbacks e controle: foi polêmica a discussão. Destaco alguns comentários feitos pelos convidados do painel.

Reinaldo Azevedo (Veja.com) - “excesso de transparência não funciona nem em casamento.”

Manoel Lemos (BlogBlogs) – destacou três aspectos a considerar sobre os blogs corporativos:

  • A cauda dos blogs é realmente longa, “com cabeça de bulldog, corpo de piquenes e uma cauda a perder de vista”;
  • Relevância é algo perecível, portanto esse é um ponto de atenção;
  • Feedback aos leitores é crítico. “Se a empresa não responder, o Google responde.”

Carlos Merigo (Brainstorm #9) – disse que migrou do Youtube para Videlog porque se cansou das respostas automáticas do Google.

Lucia Freitas (Ladybug) – “o leitor tem inteligência, ele não precisa de tutela.”

Sobre comentários negativos nos blogs:

Reinaldo Azevedo (Veja.com):

  • A internet democratizou a informação, porém, quando a crítica não agrega, vale a máxima da canção: “cada um no seu quadrado”.
  • Explicação para uma pergunta da platéia: “existem blogs sem área para comentário porque alguns profissionais não têm tempo para responder a todos.”
  • É fácil identificar os críticos de plantão: “para cada pegada, você conhece o tamanho do gigante.”

Manoel Lemos (BlogBlogs) – “tirar alguma coisa da rede é como tentar tirar xixi da piscina.”

Carlos Merigo (Brainstorm #9) – Na propaganda tradicional, os perfís são traçados por sexo, idade…Na internet existem apenas “pessoas”.

Sobre a polêmica dos jabás:

Carlos Cardoso (Meio Bit) – “recebi o grill do George Foreman, usei, mas não deu para devolver… (risos da platéia nesse momento!!). Adorei e escrevi sobre o produto. Todos os meus leitores sabem da minha relação com as empresas e os produtos. Deixo isso bem claro.”

Carlos Merigo (Brainstorm #9) – isso é comum no meio jornalístico, por que deveria ser diferente com os blogueiros?

About these ads

Ações

Information

8 responses

19 08 2008
Juliana

Obrigada, Mario!
Muito bom resumo pra quem não pôde estar lá :)
Mais impressões?

19 08 2008
msoma

Tive que ir embora, infelizmente!

20 08 2008
21 08 2008
Tine Araujo

É bom ver como as coisas evoluem… cada macaco no seu galho, agora é cada um no seu quadrado kakakaka essa com certeza é a máxima!

Infelizmente o mercado exige velhas ferramentas… como perfil de sexo, idade, classe e +++ Minha hora de puxar a sardinha pra brasa!!! Me doi no coração dizer, mas sem dados diferentes de só “pessoas” fica difícil para as estatísticas argumentarem… o mercado quer consumidores, não só “pessoas” que gostam de ler blogs.

Adorei a cobertura, agora tô voltando pro meu quadrado!
Beijos

4 09 2008
OiYes

Com grandes nomes reunidos o evento só poderia ser um sucesso… este seminário deu o que falar no Twitter hein.

4 09 2008
msoma

Para vc ver…seu sou suspeito, pois conheço todos que estavam naquele sofá

6 09 2008
Mackeenzy

Obrigado pelo carinho amigo! Juntos vamos conseguir mudar a web brasileira.

Abs,

Mack

6 09 2008
msoma

Mackeenzy foi um prazer enorme te ver por lá. Já estamos usando videolog em nossos projetos na polvora! Abs.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: