uma experiência nova: mídias sociais na AMCHAM

19 06 2008

A convite de Bob Wolhem e Edney Souza, participei, em 18.06, da apresentação “Mídias Sociais criam cases

de sucesso”, na sede da Câmara Americana de Comércio (AMCHAM). Depois de realizar social media workshops e trainings em algumas empresas, confesso que fiquei apreensivo em saber qual era o grau de conhecimento daquela audiência sobre o assunto.

Dessa vez foi possível levar dois cases de sucesso, sendo um deles o da Datasul. A sensação foi positiva. Por mais que as pessoas desconheçam as mídias sociais, poucos se mostraram céticos de que a comunicação está mudando, evoluindo e envolvendo mais conversas do que empurrões. Obrigado Edney e Bob pela oportunidade e pelo prazer em compartilhar algumas horas de mídia social.





a Roda Viva da social media

13 05 2008

Ontem, dia 12.05, aconteceu um fato inédito, tanto no mercado de comunicação quanto na blogosfera. Lúcia Freitas, Pedro Dória e Trecker cobriram o programa Roda Viva da TV Cultura, via twitter (imagem acima), que teve a participação do Ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Miguel Jorge, tendo como tema central a nova Política Industrial. Parabéns pela iniciativa de todos. E mais uma bola dentro do Pedro Markun, que assistiu a transmissão lá do Pelourinho, na Bahia.

Alguém ainda duvida da força da comunicação social media?





resposta a Juliano Spyer, autor de “Conectado”

13 04 2008

“Caro Mário, esse é um livro que fala e escuta. Quero ouvir. Com um abraço do Juliano S. Abril 2008.” Foi exatamente com estas palavras que ele escreveu a dedicatória de seu livro “Conectado“, 253 páginas que devorei em três dias. Qualquer elogio à obra não chegaria aos pés do prefácio redigido por Caio Túlio Costa. Além disso seria redundante, então decidi escrever percepções a partir do meu próprio perfil.

Impressões para que você leia (escute):

  1. Sem sombra de dúvida foi de longe o melhor livro que li na língua portuguesa sobre o assunto;
  2. A linguagem didática ensina a quem deseja entrar para conhecer a internet da Era We Media e ajuda a definir e esclarecer conceitos para quem já a está vivenciando;
  3. Um historiador com experiência prática na web e jornalismo consegue redigir um texto, um tanto quanto técnico, para os novatos num ritmo de triller policial, daqueles que não dá vontade de parar até terminar;
  4. A primeira parte do livro é para quem acredita no poder na web (muito bem contextualizado) e a segunda parte do livro é para os céticos (que gostam de ver casos e fatos sobre a a web para crer);
  5. As dicas para formação das comunidades que têm potencial de sucesso são bárbaras, tanto que algumas delas já devem estar no ar;
  6. Parabéns novamete pelo livro, pela trajetória profissional e por ter tomado a iniciativa, perseverança e coragem de seguir em frente num projeto como esse, que envolveu muita pesquisa e dedicação.




jornalistas, comidinhas, blogs…e a experiência de chegar ao mainstream media

13 04 2008

Cláudia Midori formou-se em jornalismo pela Metodista em 2003 e para não perder o hábito de conviver com suas amigas, Camila Verbisck e Jaci Brasil, as três começaram a sair periodicamente para comer, beber e colocar a conversa em dia.

A regularidade do hábito, baseado em roteiros na web, despertou a seguinte conclusão: apesar da opção gastronômica de São Paulo ser farta, ainda faltava um ambiente web para fornecer dicas especializadas, baseadas na “árdua” tarefa de degustar quase tudo o que aparece.

Assim surgiu o blog Comidinhas (as aventuras gastronômicas de três jornalistas). As moças realmente devoram muito, dentro e fora do Brasil, tanto que o sucesso do blog mereceu recente menção na edição da revista Veja. Como não podia deixar de ser, fui com a Cláudia Midori almoçar para conhecê-la pessoalmente e tomar ciência da origem desse sucesso que surgiu a partir de uma aventura e hoje tornou-se um blog coletivo prestigiado.