fotos da sua empresa: use a social media para compartilhar ou se arrependa mais tarde

23 12 2007

digitalcamera4.jpgdigitalcamera3.jpgdigitalcamera.jpg

Quem não notou a proliferação das câmeras digitais ao longo de 2007, dificilmente conseguiu passar impune às festas de fim de ano. Nesse breve relato de 5 horas de festa de confraternização eu provo como as fotos digitais ganharam espaço em nossas vidas:

  • Entro na festa da empresa e já sou “clicado” por uma câmera digital profissional, com tripé e fundo neutro, cuidadosamente produzido para realçar as siluetas dos convidados;
  • Dou mais um passo à frente e sou puxado para outro clique, dessa vez mais despojado, por uma câmera modesta;
  • Me sento à mesa para o primeiro drink e sou flagrado por um celular;
  • Algumas horas depois é a vez da foto em grupo da agência;
  • Começa a banda de rock e perco as contas de quantas fotos eu apareço abraçado com colegas equipados com câmeras e celulares que, pelo furor da hora, operam com as próprias mãos (aquela cena típica de quem estica o braço e adivinha o foco. Nada contra, gosto de ver a energia e empolgação de quem curte. Entro no clima e participo de verdade).

No dia seguinte, recebo emails de várias pessoas informando que todas as fotos da festa estavam no diretório de imagens da empresa. Pronto: o desencargo de consciência fez seu hotsync. Qual foi a minha surpresa ao acessar o diretório? Vi milhares de fotos tiradas em vários eventos que nem eu tinha noção. Foi uma agradável surpresa, mas pouco a pouco foram caindo algumas fichas:

  • Vi eventos que eu não havia participado (impossível estar em todos);
  • Pensei nas pessoas que já haviam saído da empresa e não viram as fotos;
  • Me martirizei por não ter tido a agilidade para olhar o material e divulgar. Algumas das fotos perderam seu valor pela oportunidade;
  • Notei registros que valorizaram ainda mais alguns eventos.

Ao longo do ano, temos importantes eventos. Imagine quanto conteúdo relevante é gerado:

  • Kick off
  • Reunião Q1
  • Festa junina
  • Reunião Q2
  • Reunião Q3
  • Festa de confraternização
  • Casamentos da turma
  • Aniversariantes do mês
  • Comemorações de novos contratos
  • Café da manhã de boas vindas para os novos colaboradores
  • Eventos de mercado
  • Palestras em faculdades
  • Workshops
  • Academia RMA…

Moral da história:

  • Planeje o compartilhamento de imagens, caso contrário, o prazer solitário não vai gerar colaboração;
  • A social media tem opções aos montes, basta selecionar o software mais friendly e fazer uploads;
  • As boas intenções permanecem e devem ser incentivadas;
  • Apesar dos devices de armazenamento ficarem cada vez mais baratos, as informações crescem de forma exponencial, ou seja, não sei se um dia elas ficarão equiparadas na linha price/performance.
  • Surfando um pouco no Google, encontrei notícias de 2006 que previam para 2007 mais de 12 milhões de usuários de câmeras digitais. Quantas imagens estão se perdendo e quantos prazeres estão sendo suprimidos?

Ações

Information

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: